Corte e Costura

       

HISTÓRIA DO CORTE COSTURA

A milenar arte de costurar tem acompanhado o desenvolvimento da nossa civilização, se reinventando e evoluindo de acordo com a tecnologia disponível em cada momento da história. Assim, desde as pré-históricas indumentárias fabricadas por agulhas feitas de osso e marfim, até os mais sofisticados modelos da alta costura, o homem tem procurado aprimorar técnicas e criar formas de vestimentas das mais diversas.

O espaço da moda na sociedade contemporânea é cada vez maior. Assim, muito além da necessidade de vestir-se, a arte do corte e costura é um importante meio de expressão e manifestação cultural, que ganha cada vez mais espaço, e um amplo universo de possibilidades, tornando o ofício de confeccionar vestimentas uma promissora e lucrativa possibilidade profissional.

corte e costura

POR ONDE COMEÇAR?

Para quem pretende desenvolver roupas e acessórios personalizados, realizar pequenos ajustes e customizações, ou mesmo ingressar nas vastas possibilidades profissionais do mundo da moda, é de fundamental importância que se obtenha o máximo de conhecimento possível do universo que abrange o corte e costura. Para tanto, algumas medidas são essenciais:

1 – O primeiro passo é o aprendizado de forma consistente e responsável. Procurar conhecer os tipos de tecidos e suas relações com os pontos, linhas e agulhas, formas de corte e modelagem, acabamentos, costuras manuais e à máquina, rendas e bordados; ou seja, buscar o máximo possível de informações a respeito da arte do corte e costura. Para tanto, realizar um bom curso é fundamental. Uma opção bastante prática é o curso de corte e costura oferecido pelo Brava Cursos, com a vantagem de ser realizado à distância, de forma rápida e eficaz. São 96 horas de aulas voltadas para uma abordagem completa e dinâmica a respeito do assunto, e ainda a emissão de certificado de conclusão, por apenas uma parcela de R$ 49,90.

2 – O segundo passo é adquirir os instrumentos necessários, como máquinas, tecidos, linhas e agulhas adequadas, tesouras bem afiadas, fitas métricas, acessórios para customização de peças, alfinetes, canetas próprias para marcação de tecido, etc;

3 – O local de trabalho também é fundamental. Para um bom resultado, procure sempre realizar o corte e costura em locais adequados, devidamente iluminados, amplos e planos, tendo sempre a mãos todos os utensílios de que poderá precisar.

curso corte e costura

VANTAGENS DE SER UM PROFISSIONAL DE CORTE E COSTURA

1 – Trabalhar sem sair de casa: seja através da facção de roupas, da costura sob medida, ou da realização de pequenos reparos e/ou customizações em peças;

2 – Baixo custo de investimento: começar um negócio no ramo do corte e costura exige um nível de investimento bastante moderado. Obtendo uma boa máquina de costura, alguns tecidos, linhas, acessórios, botões e aviamentos, já é possível começar o negócio;

3 – Diversas opções de desenvolvimento profissional: o trabalho de corte e costura abarca uma série de possibilidades profissionais bastante rentáveis, podendo ser realizadas nas mais variadas estruturas, desde pequenas confecções caseiras, até as grandes indústrias têxteis. Algumas opções de trabalho são:

  • Pequenos ajustes – trata-se de uma opção extremamente rentável, já que o custo é mínimo e o lucro quase total; o profissional trabalha com ajustes (como bainhas, apertos, diminuição ou aumento das peças), reparos e consertos (pregando botões, remendando rasgos, trocando zíperes);
  • Customizações – trabalhos realizados em qualquer tipo de roupas ou acessórios; podendo constitui-se de aplicações, pinturas, modificações, tingimentos, bordados, etc. Este ramo requer bastante criatividade, que será justamente o diferencial de cada peça customizada;
  • Facção de roupas – esta opção envolve somente a costura propriamente dita; geralmente o profissional recebe as peças já cortadas, muitas vezes até marcadas, e entrega-as prontas;
  • Costura sob medida – é a opção a que se atribui tradicionalmente a denominação de “costureira”; exige um alto nível profissional e é bastante lucrativa, já que se trabalha normalmente com a alta costura (vestidos de noivas, roupas de casamento, formaturas, festas, etc.).